Novidades

Dupla Victor & Leo revolve raízes do sertão ao gravar polca paraguaia com Chitãozinho & Xororó

A Dupla Victor & Leo sempre teve um pé no sertão, mesmo tendo contribuído para renovar a música sertaneja de forma sutil nos anos 2000. Como o gênero se tornou cada vez mais pop, amalgamado com ritmos como arrocha e reggaeton no mercadão da música, os irmãos parecem ter desistido de acompanhar as mudanças do volátil universo sertanejo.

A prova é que, no DVD e álbum ao vivo que a dupla lança no segundo semestre, Victor & Leo revolvem as raízes sertanejas, gravando até uma polca paraguaia – ritmo do século XIX que migrou para o Brasil rural, gerando músicas gravadas nas levadas de gêneros como o chamamé e o rasqueado – em quarteto formado com Chitãozinho & Xororó.

A dupla paranaense, que contabiliza várias gravações de polcas paraguaias na discografia, é a convidada de Victor & Leo em Solidão a dois, primeiro single do projeto intitulado O cantor do sertão.

Música inédita composta por Victor Chaves que revive um ritmo que já parecia restrito ao passado da música sertaneja, Solidão a dois é o primeiro single promocional da gravação audiovisual de show feita pelos irmãos na cidade mineira de Uberlândia (MG) em 18 de outubro de 2017 com as participações de Almir Sater, Leonardo e Rionegro & Solimões, além de Chitãzinho & Xororó.

Victor & Leo alinharam16 músicas no roteiro da apresentação feita no Center Convention de Uberlândia (MG). Dez dessas 16 músicas são inéditas. O lançamento de O cantor do sertão está previsto para o fim de julho pela gravadora Som Livre.

G1 Mauro Ferreira.

Publicidade

Compartilhe com seus amigos

Deixe seu comentário